Livros

Elenco fala sobre o “violento” primeiro episódio da 7ª temporada de The Walking Dead

The Walking Dead retornou à televisão nesse domingo, 23/10, em sua sétima temporada, em sua melhor forma. A série da FOX, inspirada nas histórias em quadrinhos de Robert Kirkman,  finalmente acabou com o suspense que deixou no ar no season finale da sexta temporada, exibido em abril. Ficamos contentes com a tão esperada volta da série, no entanto, tristes por todos os acontecimentos e violentas mortes que ocorreram no episódio.

 

A Variety conversou com os produtores e com o elenco sobre a violenta e impactante season premiere da 7ª temporada.

 

SPOILER ALERT SPOILER ALERT SPOILER ALERT SPOILER ALERT SPOILER ALERT

 

batendo

 

“Nós queríamos deixar bem claro que estamos começando e que ainda tem muito por vir”, disse Kirkman, criador e produtor executivo da série.

 

O showrunner Scott Gimple explicou que a sétima temporada foi planejada durante dois anos. “A parte mais difícil foi pensar em como desconstruir o Rick e começar o roteiro”, disse ele. “Pensamos numa forma de estourar a audiência, também, não de um jeito que magoasse quem assiste, mas sim fazer acreditar que o Rick Grimes pode ser um subordinado do Negan e fazer o que ele diz.” 

 

rick-e-ele

 

Steven Yeun, intérprete de Glenn, descreveu o momento da morte de seu personagem como “icônico”. “Esse acontecimento nos quadrinhos é uma bagunça ao mesmo tempo que é incrivelmente impactante”, disse, “com força o bastante para mover o curso das coisas”.

 

Antes da morte de Glenn, que acontece na HQ, houve um twist que boa parte dos fãs não esperavam: A morte de Abraham (Michael Cudlitz) , o que motivou um ataque desesperado de Daryl, que estava na mira das armas dos Salvadores de Negan, para o vilão. “Acho que ele se sentiu culpado”, disse Norman Reedus, intérprete de Daryl, “ele se sente totalmente responsável e nunca vai deixar de se sentir assim”.

 

the-walking-dead-scott-m-gimple-negan-7-temporada

 

Cudlitz disse que, lendo os quadrinhos, soube que seu personagem vivia um tempo “emprestado”. “Kirkman sempre disse que não estava satisfeito com a forma que tirou Abraham das HQs, então eu estava curioso para saber até onde nós chegaríamos com isso”, disse.

 

glenn

 

Jeffrey Dean Morgan, que brilhou no papel do ameaçador Negan, confessou que teve que se controlar quando soube quem seu personagem mataria. “Sou fã de Steven e Michael, não queria que saíssem da série”, contou Morgan. “Os dois são partes importantes do show, então, quando descobri, fiquei triste como todos ficaram.” 

 

O ator, que já participou da série médica Grey’s Anatomy e também já foi um herói em decadência em Watchmen, de Zack Snyder – com quem repetiu a parceria em Batman Vs Superman, numa ponta como o pai de Bruce Wayne – revelou que não enxerga seu personagem como um vilão. “Para mim, ele não é um cara mal, só está dando o troco”, defendeu. “Eles tiraram membros do meu grupo. Se não fosse por Daryl, Glenn ainda estaria vivo.”

 

rodando-bastao

 

The Walking Dead vai ao ar todo domingo, às 23h30, no canal FOX.

 

 

 

Novo álbum de Frank Ocean tem lançamento marcado para sexta-feira

Parece que a espera finalmente vai acabar. (Já estava na hora mesmo!)

 

Saiu no NY Times que Frank Ocean, dono de músicas como “Thinkin Bout You” e “Super Rich Kids”, que lançou seu último álbum, o aclamado Channel Orange, há quatro anos atrás, vai finalmente liberar um trabalho de inéditas esta semana. Na sexta-feira, dia 5, mais precisamente. “Boys Don’t Cry” foi apontado como o nome do novo projeto, que será lançado através de um acordo de duas semanas de exclusividade com a Apple Music. Segundo o NYT, esse acordo envolve também uma publicação impressa e um vídeo de mesmo nome que seria disponibilizado aos fãs na Apple Store, loja de aplicativos da empresa da maçã.

 

Com Channel Orange, em 2012, Ocean foi indicado ao Grammy em quatro categorias e venceu uma, a de Melhor Álbum Contemporâneo. Ele mesmo anunciou “Boys Don’t Cry” como título de sua nova era, há três anos atrás, e dada toda essa demora, pode ser que o lançamento ocorra, de fato, na sexta-feira.

 

créditos NYT

créditos NYT

 

Mais recentemente Frank apareceu como colaborador na música “Wolves”, presente na setlist do “The Life of Pablo”, de Kanye West, e também foi um dos compositores do “The Colour in Anything”, trabalho lançado por James Blake em maio deste ano. Blake, inclusive, andou dando declarações sobre o que seu parceiro andava preparando, deixando os fãs ainda mais ansiosos.

 

“Eu me tornei ainda mais fã depois de ouvir o que ele tinha de novo”, disse Blake à Rolling Stone três meses atrás, de acordo com o NME. E continua, comparando o novo álbum ao Channel Orange: “É melhor. Ele teve tempo para amadurecer”.

INDICAÇÃO DE LIVROS | Ler nas férias

INDICAÇÃO DE LIVROS | Motivos para ler Marian Keyes

RESENHA DE LIVROS | Quem é você, Alasca?

Views, novo álbum do Drake, foi liberado no Itunes

Drake liberou seu novo álbum de inéditas, Views, nesta sexta, 29. De acordo com o site Drake Brasil, o rapper deu uma entrevista para a OVO Sound Radio – uma iniciativa da qual faz parte, que foi a primeira a mostrar o trabalho ao público. Views foi tocado na rádio e logo depois, liberado para compra no Itunes.

 

O álbum contém 20 faixas, incluindo Hotline Bling, que foi uma das músicas pop que mais fizeram sucesso nos últimos meses. Além de participações de Rihanna, Future, PartyNextDoor, Pimp C, Dvsn, Popcaan, WizKid e Kyla. 

 

3

1. Keep the Family Close
2. 9
3. U With Me?
4. Feel No Ways
5. Hype
6. Weston Road Flows
7. Redemption
8. With You (feat. PARTYNEXTDOOR)
9. Faithful (feat. Pimp C & dvsn)
10. Still Here
11. Controlla (feat. Popcaan)
12. One Dance (feat. Wizkid & Kyla)
13. Grammys (feat. Future)
14. Childs Play
15. Pop Style
16. Too Good (feat. Rihanna)
17. Summers Over Interlude
18. Fire & Desire
19. Views
20. Hotline Bling (Bonus)

Devido a um contrato que o Drake tem com a Apple, o Views será exclusivo da Apple Music durante uma semana. Clique aqui para comprá-lo no Itunes.

INDICAÇÃO DE LIVROS | Livros fofos, rs

INDICAÇÃO DE LIVROS | 5 motivos para ler “Como eu era antes de você”

RESENHA DE LIVROS | O céu está caindo