Fight Senses!

Iniciei, há duas semanas, uma pesquisa sobre novos sons pra indicar aqui. Enquanto eu pesquisava, deixei rolando no youtube, de fundo, músicas fora da minha playlist. Sequenciei músicas eletrônicas e deixei rolando. Muita coisa me agradou, mas nada me surpreendeu até então. No final da playlist, o youtube dá a sua própria sugestão de músicas para ouvir e eu cliquei no PLAY… e CABUM!! Fui surpreendido por um som raro, expressivo por tamanha eloquência, que me arrebatou de vez e eu parei tudo pra prestar a atenção. Me vi refém (e feliz) em conhecer. Foi um “fight senses”! Som brutal, de dar tesão!! rs

POWER TRIO dos mais competentes e inusitados! Não fazem questão de mostrar rostos; a sua música, se bem compreendida, é capaz de nos manter quietos, envolvidos numa linha tênue entre realidade e o sublime. Cada cérebro contempla a música de maneira peculiar. Quem tem a sorte de saber sentir MÚSICA dentro de si, irá compreender com ímpeto o trabalho desses 3 israelitas originários de Tal Aviv (A cidade situa-se na costa mediterrânica de Israel), onde Roi Avital (vocais, teclados & guitarra), Joe Saar (Guitarra, Sampler & teclados) e Johnny Sharoni (Vocals, Sampler & Percussão) formam uma das bandas mais arrebatadoras deste século. É com muito prazer que eu lhes sugiro o relevante trabalho trio

GARDEN CITY MOVEMENT

garden-city-movement-ptw

Perdurantes da música pop indie, trip hop e semelhantes elementos do amplo gênero eletrônico, com um pouco mais de dois anos de carreira, Garden City Movement, ou simplesmente G.C.M., já são sábios da música que balança os nossos sentidos. Proclamam-se para nos envolver e tirar do óbvio! 

Confira abaixo o set list onde sugiro as músicas do G.C.M. que eu mais gostei:

 

LIVE:

 

Apesar do ‘pouco’ tempo de estrada, esses caras já somam como referências na arte musical contemporânea. Descubra mais sobre esse power trio e não os perca de vista – jamais!

Site oficial: Clique aqui!

Facebook: Clique aqui!

Twitter: Clique aqui!

garden_city_iGarden City Movement

 

 

 

(Eu soube hoje que perdi um bom amigo, o Gugu. Mestre de bateria da minha escola de samba de raiz: Só Vou Se Você For. Um cara cheio de percussão, amante do samba e sobretudo da música. Dedico este post especialmente à você, mestre.)_LUZ 

 

por:

resenha para blog calendario 20152016